terça-feira, 5 de dezembro de 2017

Sometime..

  A alegria estava estampada em seu rosto... seu sorriso largo não conseguia se desfazer, por mais que tentasse. As têmporas doíam de tanto que sorria. O brilho em seu olhar, o coração batendo forte e o vento que brincavam com os seus cabelos. Correu para o violão e tirou a poeira daquele que há tanto tempo não conversava:
- Como vai você, meu bem?
  Enquanto seus dedos brincavam com as cordas, a lágrima de felicidade brotava dos seus olhos para lavar seu rosto. E então ela cantava:
You think I'm crazy I can see
It's you for you, and me for me
Living in a fantasy
From now on

segunda-feira, 9 de outubro de 2017

 I wanna know...
 I wanna know you...
 Well let me know you
 I wanna feel you
 I wanna touch you
 Please let me near you
 Can you hear what I'm saying?
 Well I'm hoping, I'm dreamin', I'm prayin'
 I know what you're thinkin'
 See what you're seein'
 Never ever let yourself go

 

quinta-feira, 5 de outubro de 2017

Metade

Metade de mim, metade de nós. Metade do dito, metade do não dito.

Meta. De.

segunda-feira, 2 de outubro de 2017

Rotina

Enquanto a lua brilhava lá fora, o vento brincava com os cabelos do seu rosto, entrando pelas janelas e bagunçando as cortinas... as marcas do óculos nas têmporas e em cima do nariz deixava tudo mais delicado e divertido. O olhar de cansaço misturado com a risada que aliviava ao mesmo tempo... A taça de vinho, os sapatos que ficavam no caminho. O barulho da madeira estalando enquanto o violão saía do quarto.

Um rodopio, um tropeço, um suspiro. 

Um riso abafado.


sexta-feira, 29 de setembro de 2017

Parada, ela olhava para a janela com o lápis na mão direita e o caderno na mão esquerda e os fones de ouvido tocando... seu coração parava por alguns minutos antes de desenhar palavras em uma folha de papel. Perguntas e mais perguntas na cabeça, sentimentos em forma de grafite sendo colocados em um caderno com as folhas douradas.

O sentimento de angústia, de aperto no peito, misturados com alívio e segurança, com a certeza de que sua parte tinha sido cumprida. É engraçado como segurança e insegurança caminham juntos e tão próximos. Uma dúvida, uma incerteza, uma loucura... um sentimento de querer ir e se jogar, enquanto um te puxa e pede "seja sensata". 

A visão embaça muito antes das lágrimas virem em uma tentativa de limpar o coração.